Grupos e núcleos de pesquisa

Grupos:

1) Meio-ambiente, dinâmicas populacionais, espaço urbano e redes no/do territórioa
Líder(es): Cláudio Luiz Zanotelli e Ana Lucy Oliveira Freire
Pesquisadora: Celeste Ciccarone
Pesquisador: Paulo Cesar Scarim
Link CNPq: http://dgp.cnpq.br/buscaoperacional/grupo1
http://dgp.cnpq.br/buscaoperacional/detalhegrupo.jsp?grupo=039270695XOP2X

2) Dinâmica dos ambientes tropicais
Líder(es):Ana Christina Wigneron Gimenes; Antonio Celso de Oliveira Goulart
Pesquisador: André Luiz Nascentes Coelho
Link CNPq: http://http://dgp.cnpq.br/buscaoperacional/detalhegrupo.jsp?grupo=039210...

3) Núcleo de Estudos de Arquitetura e Urbanismo - NAU
Líder(es): Eneida Maria Souza Mendonça;Karla do Carmo Caser
Pesquisador: André Luiz Nascentes Coelho
Link CNPq: http://dgp.cnpq.br/buscaoperacional/detalhegrupo.jsp?grupo=0392604JHBBBS0

4) Estudos de Regiões Metropolitanas
Líder(es):Cláudio Luiz Zanotelli
Pesquisador: André Luiz Nascentes Coelho
Link CNPq:http://dgp.cnpq.br/buscaoperacional/detalhegrupo.jsp?grupo=0392706Q2CJSCM

5)RASURAS: Imaginação Espacial, Poéticas e Cultura Visual.
Líder(es):Antonio Carlos Queiroz Ó Filho;
LinK CNPq: http://dgp.cnpq.br/buscaoperacional/detalhegrupo.jsp?
grupo=03927068KT1A3D

6)Observatório da Mídia: direitos humanos, políticas e sistemas
Líder(es): José Edgard Rebouças; Victor Israel Gentilli
Pesquisador: Antonio Carlos Queiroz Ó Filho;
Link CNPq:http://dgp.cnpq.br/buscaoperacional/detalhegrupo.jsp?grupo=03926098FO0AHR

7)Dinâmica dos ambientes tropicais
Líder(es):Antonio Celso de Oliveira Goulart; Ana Christina Wigneron Gimenes;
Pesquisadora: Claúdia Câmara do Vale
Link CNPq: http://dgp.cnpq.br/buscaoperacional/detalhegrupo.jsp?grupo=0392107O4DJW8H

8)Imigração Italiana
Líder(es): Aurélia Hermínia Castiglioni; Marília Ferreira Emmi
Link CNPq: http://dgp.cnpq.br/buscaoperacional/detalhegrupo.jsp?grupo=0392606CJHFLRO

9) Logística e Transportes
Líder(es):Maria Inês Faé; Gregório Coelho de Morais Neto
Pesquisadora: Aurélia Hermínia Castiglioni;
Link CNPhttp://dgp.cnq: pq.br/buscaoperacional/detalhegrupo.jsp?grupo=0392310ZOCRIPD

10) Grupo de Estudos Urbanos e Regionais
Líder(es):Carlos Teixeira de Campos Jr.
Pesquisador: Luis Carlos Tosta dos Reis
Link CNPq: http://dgp.cnpq.br/buscaoperacional/detalhegrupo.jsp?grupo=0392706BND31NM

11)Territórios Étnicos
Líder(es): Celeste Ciccarone; Osvaldo Martins de Oliveira
Link CNPq:http://dgp.cnpq.br/buscaoperacional/detalhegrupo.jsp?grupo=0392703UOX5EQZ

12) NEPCS - Núcleo de Estudos e Pesquisas em Ciências Sociais
Líder(es):Marta Zorzal e Silva; Sonia Missagia de Matos
Pesquisadora: Celeste Ciccarone
Link CNPq: http://dgp.cnpq.br/buscaoperacional/detalhegrupo.jsp?grupo=03927022QEM9EQ

13)Ecologia da Paisagem com ênfase na Biogeografia
Líder(es):Cláudia Câmara do Vale
Link CNPq:http://dgp.cnpq.br/buscaoperacional/detalhegrupo.jsp?grupo=0392107KS1DNU4

14)Biogeografia de Estuários Tropicais
Líder(es): Cláudia Câmara do Vale
Link CNPq:http://dgp.cnpq.br/buscaoperacional/detalhegrupo.jsp?grupo=0392107YAJR0U3

15)Estudos de Regiões Metropolitanas
Líder(es): Cláudio Luiz Zanotelli
CNPq:http:http://dgp.cnpq.br/buscaoperacional/detalhegrupo.jsp?grupo=0392706Q...

16) NEMPHE - Núcleo de Estudos de Monitoramento e Modelagem de Processos Hidrológicos e Erosivos
Líder(es):Nelson Ferreira Fernandes;
Pesquizador: Eberval Marchioro
Link CNPq: http://dgp.cnpq.br/buscaoperacional/detalhegrupo.jsp?grupo=0202706W8IPZAK

17)Grupo de Estudos em Dinâmica das Paisagen
Líder(es): Edson Soares Fialho; Ana Valéria Freire Allemão Bertolino
Pesquisador: Eberval Marchioro
Link CNPq:http://dgp.cnpq.br/buscaoperacional/detalhegrupo.jsp?grupo=03361071BNW3D6

17)Laboratório de Geoprocessamento Aplicado da UFJF - LGA/UFUF
Líder(es): Ricardo Tavares Zaidan; Pedro José de Oliveira Machado
Pesquisador: Eberval Marchioro
Link CNPq:http://dgp.cnpq.br/buscaoperacional/detalhegrupo.jsp?grupo=0804107HPYAJR0

18)Manejo de Recursos Hídricos e Ambientais
Líder(es): Luciano de Oliveira Toledo
Pesquisador: Eberval Marchioro
Link CNPq: http://dgp.cnpq.br/buscaoperacional/detalhegrupo.jsp?grupo=3873501GNX9IQZ

19) Urbanismo no Brasil
Líder(es):Maria Cristina da Silva Leme
Pesquisador: Eneida Maria Souza Mendonça
Link CNPq:http://dgp.cnpq.br/buscaoperacional/detalhegrupo.jsp?grupo=0067605CJCJPIY

20)LabGest - Laboratório de Gestão de Recursos Hídricos e Desenvolvimento Regional
Líder(es):Edmilson Costa Teixeira; Gisele Girardi
Link CNPq:http://dgp.cnpq.br/buscaoperacional/detalhegrupo.jsp?grupo=03923076ENZ8GP

21)POESI - Política Espacial das Imagens Cartográficas
Líder(es):Gisele Girardi
Link CNPq:http://dgp.cnpq.br/buscaoperacional/detalhegrupo.jsp?grupo=03927063BKW5DM

22)Geografia e Cartografia Escolar
Líder(es):Rosângela Doin de Almeida; Regina Araujo de Almeida
Pesquisadora: Gisele Girardi
Link CNPq:http://dgp.cnpq.br/buscaoperacional/detalhegrupo.jsp?grupo=0330708LXB953B

23)Sedimentação, geomorfologia, uso e ocupação costeira
Líder(es): Jacqueline Albino; Gilberto Fonseca Barroso
Link CNPq:http://dgp.cnpq.br/buscaoperacional/detalhegrupo.jsp?grupo=0392107AMV3COY

24)Laboratório de Simulação de Escoamentos com Superfície Livre
Líder(es):Julio Tomás Aquije Chacaltana; Maxsuel Marcos Rocha Pereira
PEsquisadora; Jacqueline Albino
Link CNPq:http://dgp.cnpq.br/buscaoperacional/detalhegrupo.jsp?grupo=0392108CKT5EMV

25)Núcleo de Estudos, Pesquisas e Projetos de Reforma Agrária - NERA
Líder(es):Eduardo Paulon Girardi; Ricardo Pires de Paula
Pesquisador: Paulo Cesar Scarim
Link CNPq:http://dgp.cnpq.br/buscaoperacional/detalhegrupo.jsp?grupo=03307065CC9BQE

26) Laboratório de Estudos de História Política e das Ideias - LEHPI
Líder(es):Antonio Carlos Amador Gil; Fabio Muruci dos Santos
Pesquisador: Paulo Cesar Scarim
Link CNPq:http://dgp.cnpq.br/buscaoperacional/detalhegrupo.jsp?grupo=0392705JHBW2SW

27)Educação de Jovens e Adultos e Educação Profissional na cidade e no campo
Líder(es):Edna Castro de Oliveira; Antonio Henrique Pinto
Pesquisador: Paulo Cesar Scarim
Link CNPq:http://dgp.cnpq.br/buscaoperacional/detalhegrupo.jsp?
grupo=0392708F8IPBKR

Núcleos:

1: A expansão da Região Metropolitana da Grande Vitória: a terra é o nó

Descrição: Se pretende estudar a Região Metropolitana da Grande Vitória na perspectiva de sua extensão incessante, em particular nos últimos dois decênios (anos 1990 e anos 2000). Essa extensão é o resultado de estratégias que incluem a expansão de seus limites a partir da utilização da extração da renda da terra por meio, dentre outros mecanismos, do controle da propriedade fundiária e da difusão de um desenvolvimentismo calcado na política de polos industriais e de expansão das infraestruturas. Esse mecanismo que representa a atual inversão na terra do excedente de capital provoca uma destruição criativa da própria terra (Harvey, 2011) engendrando conflitos de usos, apropriações de espaços coletivos, impactos socioambientais,desse modo redesenhando as paisagens..
Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Mestrado acadêmico: (4) .
Integrantes: Cláudio Luiz Zanotelli - Coordenador / Flavio Palhano Fernandes - Integrante / Larissa Marques de Antonio - Integrante / Francismar Cunha Ferreira - Integrante / Bruno da Silva - Integrante / Adré Luiz Nascentes Coelho - Integrante.
Número de orientações: 2
Página Web: http://blog.ufes.br/estudosmetropolitanos/pagina-exemplo/
Campo livre para descrever os Núcleos de Pesquisa registrados na UFES

2: ESTUDOS DE GEOGRAFIA HUMANA E CULTURAL: CIDADE, COMÉRCIO, CULTURA E LAZER

Descrição: O presente projeto de pesquisa tem por objetivo principal realizar estudos relacionados às dinâmicas que envolvem o espaço em processo de produção dando ênfase ao entendimento sobre o comércio e seu papel histórico e cultural nas transformações da cidade; o debate sobre a cultura no contexto da construção e desconstrução de identidades socioespaciais e do próprio espaço; as análises sobre o lazer e o turismo enquanto novas atividades econômicas capazes de mudanças sociais e culturais na sociedade. Busca-se refletir os temas a partir de uma abordagem da Geografia Humana e Cultural crítica e reflexiva -, partindo de aspectos e elementos fenomênicos, da própria paisagem, retomando os processos históricos da produção e das dinâmicas dos espaços e analisando criticamente a realidade atual no âmbito da tendência à urbanização dos lugares. Portanto, não se trata de um método, mas a conjunção de métodos, a saber, histórico-fenomenológico-marxista, apoiados em prévias revisões bibliográficas, pressupostos teóricos e levantamento de material empírico. Registro na PRPPG/UFES 3979/2012. .

Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (3) / Mestrado profissionalizante: (0) / Doutorado: (0) .

Integrantes: Ana Lucy Oliveira Freire - Coordenador / BEATRIZ MAURO ZANDONADI - Integrante / RAFAEL SAPIÊNCIA TORREÃO - Integrante / ANDRÉ SIMPLÍCIO CARVALHO - Integrante.

3:Transformação da paisagem urbana contemporânea no litoral sul do Espírito Santo - estudos de caso: Anchieta e Presidente Kennedy

Descrição: A proposta visa avançar nos estudos sobre a Transformação da paisagem urbana contemporânea abordando nesta pesquisa a transformação da paisagem do litoral sul do Espírito Santo com foco nos casos de Anchieta e Presidente Kennedy. Estes municípios foram selecionados para a pesquisa em função da iminente instalação de estruturas portuárias e industriais de grande porte em seus territórios. O enfoque empírico voltado para o impacto da urbanização na zona costeira visa abordar tema relevante em contexto mundial, mas, sobretudo no Brasil, devido à extensão de sua costa e respectivo grau de urbanização. Deste modo, o debate inserido nesta pesquisa situa-se na identificação dos valores da paisagem urbana contemporânea relacionados ao litoral capixaba, visando contribuir para complementar e aprofundar a estruturação de método envolvendo análise e construção da paisagem. Aspectos relacionados à estruturação deste método vêm sendo desenvolvidos desde 2003, com o intuito de possibilitar a orientação da ocupação urbana, de modo a manter (ou recuperar) a visibilidade de referências paisagísticas e a integração urbana de espaços de interesse público. A preocupação principal do estudo, desde sua origem, concentra-se na transformação significativa dos referenciais paisagísticos devido ao ritmo e às características do processo de urbanização, sobretudo no Brasil e na América Latina de um modo geral. Conjugados a estes fatores, observam-se ainda as dificuldades relacionadas ao conteúdo das próprias normas urbanísticas, que, em sua maioria, assimilam as intenções do mercado imobiliário, permanecendo, portanto, alheias à valorização da paisagem. Assim, dando seqüência às etapas anteriores desta investigação, o propósito da pesquisa é identificar, a partir de estudos documentais e coleta de depoimentos por entrevistas de pessoas-chaves, os elementos significativos da paisagem litorânea destes municípios, visando complementar metodologia de análise e construção da paisagem em estruturaçã.

Integrantes: André Luiz Nascentes Coelho - Integrante / Eneida Maria Souza Mendonça - Coordenador / Karla do Carmo Caser - Integrante / Giovani Bonadiman Goltara - Integrante / Christianne Provietti Bitencourt - Integrante / Tuane Sena Meireles - Integrante.

4: Centro de Estudos e Pesquisas de Desastres Naturais do Espírito Santo - CEPEDES

Descrição: A principal proposta do centro será o estudo geoambiental aplicado a fim de proporcionar a administradores, planejadores e gestores públicos da área de organização e desenvolvimento territorial informações integradas sobre as principais características do meio físico e seu comportamento frente à exposição das diversas formas de uso e ocupação ao comportamento da dinâmica natural do ambiente em suas várias instâncias (climática, geológica, geomorfológica, hidrológica e pedológica). Dessa forma, os resultados dos estudos são empregados, direta ou indiretamente, como instrumento de gestão ambiental de empreendimentos infraestruturais e produtivos planos diretores regionais e urbanos e de unidades fisiográficas, como bacias hidrográficas, unidades de conservação, áreas costeiras e regiões metropolitanas. (Registrado na PRPPG: 50/2011).

Alunos envolvidos: Graduação: (2) .
Integrantes: André Luiz Nascentes Coelho - Integrante / Antônio Celso de Oliveira Goulart - Coordenador / Ana Christina Wigneron Gimenes - Integrante / Fernando Mieis Caus - Integrante / Eberval Marchioro - Integrante.

5: GEOTECNOLOGIAS APLICADAS AOS ESTUDOS SOCIOAMBIENTAIS NO ESPÍRITO SANTO

Descrição: Este projeto visa, inicialmente, a aquisição de equipamentos modernos viabilizando a utilização de novos métodos de análise de campo e de laboratório como análises físicas, além de estudos focados na Biogeografia de Manguezais, Hidrodinâmica de Vertentes, Modelagem Ambiental, Climatologia e Estudos Audiovisuais (cultura visual e política das imagens), os quais resultam numa análise espacial mais consistente e detalhada. Atenderá as demandas dos Laboratórios vinculados ao Programa de Pós-Graduação em Geografia PPGG/UFES: Laboratório de Cartografia Geográfica e Geotecnologias LCGG; Laboratório de Geografia Física; Núcleo de Pesquisa e Extensão: Espaços Urbanos, Redes e Territórios além de outros laboratórios vinculados ao PPGG como Laboratório de Sedimentologia Costeira e Núcleo de Estudos de Arquitetura e Urbanismo. Projeto elaborado com base no Edital CAPES 025/2011 - Pró-Equipamentos Institucional..

Integrantes: André Luiz Nascentes Coelho - Coordenador / Antônio Celso de Oliveira Goulart - Integrante / Ana Lucy Oliveira Freire - Integrante / Cláudia Câmara do Vale - Integrante / Claudio Zanotelli - Integrante / Gisele GIRARDI - Integrante / Ana Christina Wigneron Gimenes - Integrante / Eneida Maria Souza Mendonça - Integrante / Jacqueline Albino - Integrante / Antônio Carlos Queiroz do Ó Filho - Integrante / Eberval Marchioro - Integrante.

6:GEOGRAFIA E IMAGENS: NARRATIVAS E NOVAS POLÍTICAS NA CIDADE CONTEMPORÂNEA

Descrição: Este projeto de pesquisa surge com o propósito de dar continuidade às reflexões que têm sido assumidas como um desafio posto à geografia contemporânea, a saber, a relação cada vez mais consistente sobre o modo com as imagens [televisivas, fotográficas e midiáticas] têm participado da consolidação, a partir de seus discursos visuais, das formas de efetivação política de produção da cidade contemporânea. Os principais objetivos do projeto são: 1. Diagnosticar e analisar o modo como as imagens [fotografia, internet, tevê, cinema] têm participado das práticas sociais e discursivas sobre a definição do papel/função da cidade contemporânea; 2. Produzir e apresentar obras visuais [fotografias e vídeos] que busquem realizar outras experiências estético-políticas na e para a cidade de Vitória e sua Região Metropolitana, diferentes do discurso visual hegemônico consolidado; 3. Desenvolver pesquisas, a partir da elaboração de sub-projetos de iniciação científica [Programa de Iniciação Científica PIIC/PRPPG/UFES] , que contribuam para o aprofundamento nas discussões sobre imagem-política em articulação com as principais categorias geográficas: lugar, paisagem, território e lugar; 4. Produzir experiências imagéticas por meio de oficinas de fotografia e edição de vídeo que fundamentem a produção de intervenções artísticas na cidade, bem como, a produção de narrativas a partir da elaboração de atlas fotográfico e obras audiovisuais; 5. Composição de uma agenda de atividades para a consolidação de uma rede de colaboração de pesquisa articulando o grupo que é coordenado pelo proponente deste projeto [Política Espacial das Imagens POESI, UFES/CNPq] com demais grupos que trabalhem com a temática;.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (2)

Integrantes: Antônio Carlos Queiroz Filho - Coordenador / Gisele Girardi - Integrante.
Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Espírito Santo - Auxílio financeiro.Número de orientações: 1

7:Imagens Cartográficas na Geografia Contemporânea

Descrição: O presente projeto de pesquisa objetiva cartografar o processo de territorialização-desterritorialização-reterritorialização da Cartografia geográfica na Geografia contemporânea tendo como amparo os conceitos de Gilles Deleuze e Felix Guattari, sistematizar e promover estudos específicos em imagens cartográficas e outras linguagens geográficas e suas potências na mediação/agenciamento do pensamento espacial. Para tanto investirá em revisão bibliográfica visando conhecer o estado-da-arte da discussão crítica em Cartografia e que apontem elementos para uma reflexão sobre os mapas na sociedade e na Geografia, em estudo de obras que apresentem, discutam e articulem conceitos presentes nos escritos de Gilles Deleuze e Felix Guattari, especialmente aqueles que têm potência para tensionar o processo de produção e uso de mapas geográficos e na promoção de estudos pontuais a partir dos resultados sistematizados das etapas anteriores e/ou de contextos empíricos de presença/convivência/produção de imagens cartográficas. Com isso, espera-se contribuir com o adensamento das proposições da rede Imagens, Educação e Geografia no âmbito do Grupo de Pesquisa CNPq POESI, mais especificamente em sua linha de pesquisa Linguagens geográficas..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (4) .

Integrantes: Antônio Carlos Queiroz Filho - Integrante / Gisele Girardi - Coordenador / Wencesláo Machado de Oliveira Jr. - Integrante.

8:Mapeamento Geomorfologico do ES: indicadores morfo-ambientais

Descrição: Zoneamento e o diagnóstico das características físicas e ambientais do Estado do Espírito Santo como subsídio ao planejamento e a gestão territorial. Compreende a elaboração e disponibilização de produtos cartográficos temáticos de geomorfologia; zoneamento agro-ecológico; uso do solo; fitogeografia e ecossistemas, visando monitorar o ambiente com o propósito de propor alternativas viáveis a minimização de conflitos de uso do solo..

Integrante: Antonio Celso de Oliveira Goulart

9:Reconstituição de famílias de imigrantes italianos que se estabeleceram em Cachoeiro de Itapemirim, ES, no final do século XIX

Descrição: Este projeto tem origem nos vários estudos sobre a imigração italiana no Espírito Santo realizados pelo grupo de pesquisa imigração Italiana no Espírito Santo ainda em andamento, que tiveram início com a reconstrução do fluxo migratório e possibilitaram a análise da influência da imigração para o desenvolvimento do Estado. A existência de fontes civis e religiosas oferece a oportunidade de realizar estudos que ampliem o conhecimento das características da nupcialidade, da fecundidade e da mortalidade dos imigrantes italianos que se estabeleceram no Espírito Santo. O projeto tem como finalidade a reconstrução das famílias, segundo o método de Louis Henry que implica no levantamento das informações fornecidas pelos registros de matrimônio, nascimentos e óbitos. O método de Henry será aplicado aos casamentos de imigrados italianos celebrados no período 1890-1910, em Cachoeiro de Itapemirim, quando se realizou a imigração massiva da Itália para o Espírito Santo. O exame dos registros de nascimento derivados de tais matrimônios chegará até 1950. .

Alunos envolvidos: Doutorado: (1) .

Integrantes: Aurélia H Castiglioni - Integrante / Mauro Reginato - Coordenador / Joelma Cellin - Integrante.
Financiador(es): Fondazione Diego e Franca de Castro - Auxílio financeiro / Università Degli Studi di Torino - Bolsa.

10:Produção imobiliária e mudanças espaciais na Região Metropolitana da Grande Vitória (RMGV): novos conflitos em questão

Descrição: O objetivo da pesquisa é analisar a produção imobiliária articulada com as mudanças espaciais da cidade metropolitana de Vitória no sentido de compreender os vínculos entre a produção e a cidade, esta vista enquanto um produto. O problema é que as cidades estão perdendo o caráter de lugar de encontro, de lugar de reprodução da força de trabalho; o urbano conforme foi pensado por Lefebvre esta ameaçado. A suposição é de que com o crescimento da importância do imobiliário como alternativa à reprodução do capital, seus produtos tem contribuído para colocar em questão a cidade..

Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (2)

Integrantes: Carlos Teixeira de Campos Júnior - Coordenador / Vanderson Moreira Silva Alves - Integrante / Izabela Dolores Cebin Bassani - Integrante / Renato Davoli Carvalho - Integrante / Lívia Barraque - Integrante / Flavio Hertel Magris - Integrante.

11: Processo CAPES/CPNq nº. 401263/2011-8 Produção imobiliária e reconfiguração das cidades contemporâneas: contradições e conflitos urbanos

Descrição: Esta pesquisa, sob coordenação do professor Paulo Cesar Xavier Pereira, envolve vários pesquisadores com formação diferentes tendo em vista constituir uma visão transdisciplinar (interdisciplinar e multidisciplinar) capaz de convergir para o estudo da emergência da produção imobiliária articulada com a reconfiguração das cidades, no sentido de manter um movimento dialético entre a produção e o produto cidade . É, claro, esse movimento na perspectiva da produção do espaço não é isento de contradições e conflitos assumindo diferentes formas sociais e formas espaciais a serem devidamente examinadas no desenvolvimento dessa proposta, no seu contexto e lugar. Na reconfiguração das cidades contemporâneas, a banalização do espaço urbano tem se tornado, no século XXI, ainda mais efetiva. É, nesse contexto, que se tornou comum discutir a metropolização como o motor dos processos socioespaciais recentes. A urbanização, até pouco tempo, considerada o principal condicionante da qualidade de vida, se mostra processo inconcluso e continua sendo predatório porque, tradicionalmente, marcado pela espoliação urbana se reforça, atualmente, com a espoliação imobiliária por submeter a maior parte da população urbana às condições de precariedade, situações de risco e a preços extorsivos para morar na cidade. Em grande parte as distorções do processo de crescimento urbano e o atual impacto da metropolização tem sido atribuída à especulação imobiliária. Muito provavelmente, com alguma razão. Apesar dessa razão parcial a persistência dessa explicação permite imaginar que a propriedade da terra cria valor, embora ela nada tenha a ver com a formação do valor. Todavia porque essa propriedade está presente na distribuição da mais-valia e cobra seu tributo na forma de renda da terra criando a aparência de que tem algo a ver com a formação do valor..

Integrantes: Carlos Teixeira de Campos Júnior - Integrante / Paulo Cesar Xavier Pereira - Coordenador / Rodrigo Hidalgo - Integrante / José Borzacchiello da Silva - Integrante / Maria Beatriz Cruz Rufino - Integrante / Ana Paula Garcia Spolon - Integrante / Alvaro Henrique de Souza Ferreira - Integrante / Beatriz Bezerra Tone - Integrante / Marcia Saeko Hirata - Integrante / Lucia Zanin Shimbo - Integrante.
Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Outra.

12:História indigena e do indigenismo no Espírito Santo: uma agenda de pesquisas

Descrição: A partir de uma agenda de pesquisas historiograficas do Espirito Santo que contemple as relações entre versões indigenas e não indigenas, pretende-se proceder prioritariamente a um estudo de caso, investigando a historia da Colonia Penal Indigena, denominada Fazenda Guarani, criada pelo regime militar para contenção e punição de "indios rebeldes" envolvidos em conflitos fundiarios na defesa de suas terras destinadas ao latifundio ..
Integrante: Celeste Ciccarone

13:Biogeografia de Estuários Tropicais

Descrição: Visa compreender a distribuição dos manguezais ao longo da costa do estado do Espírito Santo, levantando dados fito-ecológicos, dados das populações e comunidades associadas a este sistema ecológico, além de demonstrar, por meio de pesquisa in loco, as condições atuais dos manguezais capizabas..
Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissionalizante: (1) .

Integrantes: Cláudia Câmara do Vale - Coordenador / Monique Santiago de Carvalho - Integrante / Raphael Barros Pinto - Integrante / Fábio Costa Leal - Integrante / Jorge Fernandes - Integrante.

14:Ecologia da Paisagem com ênfase na Biogeografia

Descrição: Este projeto tem por objetivos estudar as paisagens naturais e antrópicas do ponto de vista das mudanças que ocorrem ao longo do tempo, sejam essas naturais ou antrópicas. A ênfase é dada sobretudo às alterações na vegetação e ao uso e à ocupação da terra. A Ecologia da Paisagem é um arcabouço de metodos e abordagens geográficas com suporte da ecologia..

Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (4) .
Integrantes: Cláudia Câmara do Vale - Coordenador / Ana Luiza Saraiva da Costa Bezerra - Integrante / Claudia Câmara do Vale - Integrante / Sirius Oliveira Souza - Integrante / Wesley de Souza Campos Correa - Integrante / Marta Leite Oliver - Integrante / Mariana Loyola - Integrante.

15:Teoria Geográfica da Paisagem: estudos e aplicações

Descrição: O presente projeto de pesquisa visa aprofundar questões relacionadas com os conceitos de paisagem na Geografia ao longo da história. Visa também estreitar as metodologias utilizadas na Ecologia da Paisagem com aquelas da Biogeografia, mais especificamente, do ponto de vista sistêmico..
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1)

Integrantes: Cláudia Câmara do Vale - Coordenador / Antonia Brito Rodrigues Fratolillo - Integrante / Monique Santiago de Carvalho - Integrante / Marta Oliver - Integrante / Amanda Clarice Pinto Eduardo - Integrante.

16: Caracterização Biogegráfica dos Manguezais do Estuário do Rio São Mateus

Descrição: Esta pesquisa visa a caracterização dos manguezais do estuário do rio São Mateus, norte do ES. Os manguezais dessa região são os mais desenvolvidos so estado e apresentam-se distribuidos por uma enorme área costeira. Atualmente são poucos estudados. Coletas de dados fitossociológicos, descritivos e de processos costeiros e estuarinos que atuam nesse estuário são de fundamentais importância para a manutenção do ecossistema manguezal e demais ecossistemas associados..
Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissionalizante: (1) .

Integrantes: Cláudia Câmara do Vale - Coordenador / Margareth Maria Sales Fernandes - Integrante / Renato de Almeida - Integrante / Antonia Brito Rodrigues Fratolillo - Integrante.

17: Modelagem Hidrológica e Geotecnologias na Avaliação de Cenários de Uso e Manejo de Terras Degradadas como Subsídio ao Ordenamento das Atividades Produtivas em Áreas Montanhosas do Bioma Mata Atlântica

Descrição: Com objetivo de avaliar o impacto de usos alternativos e de algumas práticas conservacionistas com a recarga de aquíferos no Sistema Hídrico do Cristalino propomos este projeto de pesquisa que fará uso de geotecnologias e modelos hidrológicos para o estudo e simulação de cenários alternativos de uso e manejo do solo como subsídio ao planejamento ambiental. A microbacia experimental objeto desse estudo será a Microbacia do Barro Branco, na Bacia do Rio São Domingos, afluente do rio Muriaé, complexo hidrológico do rio Paraíba do Sul, representativa desses ambientes, onde face aos longos períodos de exploração agrícola, a contínua pressão de uso, o desconhecimento de alternativas técnicas e práticas conservacionistas apropriadas, verifica-se acelerada degradação dos recursos naturais (solo-água-biodiversidade), resultando numa paisagem dominada por pastagens altamente degradadas e raros fragmentos isolados da Mata Atlântica. A inovação dessa proposta está vinculada à abordagem integrada que incluí o monitoramento de propriedades físico-hídrica dos solos; a utilização de técnicas de pedometria e de redes neurais artificiais na obtenção de dados e informações; o emprego de modelos de distribuição e ocorrência dos solos; a utilização de dados climatológicos já gerados e disponíveis para a região; e o monitoramento do uso atual das terras, todos associados e como fontes de dados a utilização de modelos matemáticos na simulação de cenários alternativos. Esse projeto representa uma continuidade, um complemento e o aprofundamento de linhas de pesquisa já iniciadas em projetos anteriores: Gestão participativa da sub-bacia do rio São Domingos , financiado pela FINEP/CT-HIDRO e Planejamento conservacionista das terras visando a recarga do sistema hídrico em bacias hidrográficas sobre o embasamento cristalino financiado pelo PRODETAB.

Integrantes: Eberval Marchioro - Integrante / José Ronaldo de Macedo - Integrante / Silvio Barge Bhering - Coordenador / Waldir de Carvalho Junior - Integrante / Cesar da Silva Chaga - Integrante.

18:Efeitos de Frentes Frias no comportamento climático do Município de Vitória (ES)

Integrante: Eberval Marchioro.

19:Ecohidrologia e gestão integrada de recursos hídricos do contínuo fluvio-estuarino do rio Santa Maria de Vitória (ES)

Descrição: subprojeto da Rede de Estudos Hidrodinâmicos e Monitoramento Ambiental de Sistemas Aquáticos REHMANSA com finalidade de estimar o fluxo de água, sedimento, matéria orgânica, indicadores químicos de contaminação por esgoto (feco-esteróides), contaminantes orgânicos, nutrientes e cianobactérias para o estuário da Baía de Vitória..

Integrantes: Eberval Marchioro - Integrante / Gilberto F. Barroso - Coordenador / Renato Rodrigues neto - Integrante / Alessandre Delazari-Barroso - Integrante / Silvia Tamie Matsumoto - Integrante / Luis Chícharo - Integrante.

20:Transformação da paisagem urbana contemporânea no litoral sul do Espírito Santo: o caso de Presidente Kennedy

Descrição: A proposta aqui apresentada visa avançar nos estudos sobre a Transformação da paisagem urbana contemporânea abordando nesta pesquisa a transformação da paisagem do litoral sul do Espírito Santo com foco no caso do município de Presidente Kennedy. Esses estudos foram iniciados abordando o caso de Anchieta, município, também situado ao sul do Espírito Santo, como nova fronteira de expansão metropolitana. O cenário da economia capixaba está em expansão e Presidente Kennedy é um dos municípios previstos para receber investimento de grande porte. O desenvolvimento urbano dessa região ainda é bastante incipiente, apesar de receber grandes vultos de royalties da indústria do petróleo. A cidade hoje tem uma população total de 10.314, sendo que os habitantes da zona rural superam em dobro aqueles residentes na zona urbana (IBGE, 2010).O município localiza-se no extremo sul do estado a 151 quilômetros de Vitória, se limita ao norte com o município de Marataízes e ao sul com o Estado do Rio de Janeiro e atravessa uma fase de grandes expectativas para implantação de um complexo industrial que contempla basicamente pátio de estocagem de minério de ferro vindo do Estado de Minas Gerais e um grande porto que fará a exportação desse produto para outros países. O empreendimento estará localizado na faixa litorânea, ocupando em sua grande parte áreas de preservação permanente, como é o caso do ecossistema de restinga. Além dos fatores de uso do solo e ambientais também serão percebidas alterações sociais no município, tendo em vista a grande quantidade de mão-de-obra que será necessária para o complexo portuário previsto. Deste modo, o foco deste trabalho corresponde então, ao estudo da transformação da paisagem no litoral do município de Presidente Kennedy, no Espírito Santo, com olhar extensivo ao litoral sul capixaba e norte fluminense, em função da iminente instalação de empreendimentos de grande porte nestas áreas..
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1)

Integrantes: Eneida Maria Souza Mendonça - Coordenador / Ricardo de Souza Rocha - Integrante / Marlice Nazareth Soares de Azevedo - Integrante / André Luiz Nascentes Coelho - Integrante / Teresa de Jesus Peixoto Faria - Integrante / Christianne Provietti Bitencourt - Integrante / Tuane Sena Meireles - Integrante.
Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.Número de orientações: 2

21:Sistema de espaços livres e a constituição da esfera pública contemporânea: estudos de caso em metrópoles-cidades e novas territorialidades urbanas brasileiras - o caso de Vitória fase 6

Descrição: As áreas verdes e os espaços de recreação, como parte do sistema de áreas públicas das cidades brasileiras, encontram-se insuficientes e inadequados diante do dinamismo e ampliação das demandas sociais no processo de urbanização vigente. Este estudo busca desenvolver revisão e aprofundamento teórico sobre a temática dos espaços livres, visando a construção de quadro conceitual que fundamente a investigação relacionada à Vitória. O caráter de integração sistêmica dos espaços livres tem base em Santos (1985 e 1996) e a conceituação destes espaços em Macedo et alii (2005) e Carneiro e Mesquita (2000). As cinco fases do estudo trataram das seguintes questões: 1. conceitos gerais, à luz da tipologia de espaços públicos identificados em Vitória e municípios vizinhos; 2. conceitos envolvendo o espaço público em sua dimensão relacionada à esfera de vida pública e ao cotidiano; 3. análise das características dos espaços livres públicos e privados de Vitória; 4. planejamento e gestão dos espaços livres na região de Vitória e 5. critérios para avaliação e estabelecimento de diretrizes para qualificação do sistema de espaços livres. A fase 6 aqui proposta, visa complementar o estudo dos espaços livres privados abrangendo, além de Vitória, objeto da fase 3, também os municípios vizinhos..
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (1)

Integrantes: Eneida Maria Souza Mendonça - Coordenador / Taís Rodrigues de Souza Tostes - Integrante / Daniele Goldner Garcia - Integrante / Aline Oliveira Amaral - Integrante.
Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Bolsa / Fundo de apoio à ciência e tecnologia - Bolsa.Número de orientações: 3

22:Imagens cartográficas e políticas espaciais

Descrição: Resumo: O presente projeto de pesquisa objetiva sistematizar e promover estudos específicos em imagens cartográficas e outras linguagens geográficas e suas potências na mediação/agenciamento do pensamento espacial. Os focos de interesse são o Mapeamento Participativo e a Linguagem Cartográfica. Mapeamentos participativos envolvem tanto o universo técnico da cartografia, como uma intensa atividade dialógica com os grupos focais com que se trabalha. Cada grupo social, ao articular elementos do território para sua reprodução cria concepções espaciais próprias. Do mesmo modo, instituições públicas, em especial as implicadas em políticas territoriais (agrícola, florestal, urbana, ambiental) desenvolvem também visões territoriais específicas. A atividade de mapeamento, neste contexto, ultrapassa as meras funções de diagnose ou inventário e passa a ser um condutor importante no diálogo político, seja interinstitucional, realizando a integração de políticas, seja entre comunidades e instituições no âmbito da gestão participativa. Linguagens Geográficas assume um caráter mais teórico voltado ao entendimento do papel das linguagens imagéticas, com destaque à cartografia e aos produtos híbridos, na produção de pensamentos sobre o espaço geográfico..
Alunos envolvidos: Graduação: (7) / Mestrado acadêmico: (3)

Integrantes: Gisele Girardi - Coordenador / Douglas Rafael Salaroli - Integrante / André Azoury Vargas - Integrante / Ludovico Muniz Lima - Integrante / Maria Jessika Delpupo - Integrante / Gustavo Cordeiro Curto - Integrante / Paulo Cesar Neitzel Tesch - Integrante / Maria Elisa Tosi Roquette - Integrante / Irlan Lima Perini - Integrante / Talita Guimarães Fonseca Pinho - Integrante / Lorena Marinho Aranha - Integrante.

23:Adequação ambiental: estudos de manejo da irrigação e de flora local em pequenas propriedades rurais de base familiar na bacia hidrográfica do córrego Sossego Itarana-ES

Descrição: O LabGest Laboratório de Gestão de Recursos Hídricos e Desenvolvimento Regional, grupo de pesquisa CNPq ao qual esta proposta se vincula, desenvolve uma gama de pesquisas do tipo ação-participativa, ou seja, com a inclusão da participação social como metodologia de investigação, em especial na bacia hidrográfica do córrego Sossego, em Itarana-ES, onde há o Projeto Sossego, que integra sociedade, instituições e ciência, e tem, nesta articulação, definido temas candentes para a melhoria das condições de vida e ambientais. Para a efetivação destas ações existem, no âmbito do Projeto Sossego, comissões temáticas formadas por representantes de instituições e das comunidades. Dentre os temas, destacam-se o uso racional da água na agricultura irrigada e a cobertura vegetal. A presente proposta visa trabalhar com os estudantes o papel da Ciência, Tecnologia e Inovação na busca de soluções para a produção agrícola sustentável, considerando pequenas propriedades rurais de base familiar e a microbacia hidrográfica associada; transferir conhecimentos e tecnologia para aplicação no cotidiano; e despertar o interesse dos alunos para a iniciação científica, quando da continuidade de seus estudos em nível de graduação..
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (1)

Integrantes: Gisele Girardi - Coordenador / Edmilson Costa Teixeira - Integrante / Sirlei Oliveira - Integrante / André Moreira de Assis - Integrante / Cíntia Hencker - Integrante / Gemael Barbosa Lima - Integrante.
Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Espírito Santo - Auxílio financeiro.

24:Mapeamento participativo de territorialidades em microbacia: contribuições cartográficas à implementação do Laboratório Vivo do córrego Sossego Itarana-ES

Descrição: O projeto de pesquisa tem por objetivos caracterizar a heterogeneidade espacial da microbacia do Córrego do Sossego (Itarana/ES) visando à construção de recortes internos, a partir do entendimento das territorialidades, para fins de proposição de ações com vistas ao empoderamento social do conjunto de questões relativas à gestão de recursos hídricos e fomentar a implementação do Laboratório Vivo Córrego do Sossego, analisando sua relevância no desenvolvimento de metodologias de construção de participação em gestão de recursos hídricos. Parte das hipóteses de que a diversidade de steakholders, caracterizada pela inserção social e econômica dos mesmos, e o processo de ocupação e configuração territorial são elementos que devem ser tomados em conjunto na delimitação de unidades de ação que visem o empoderamento social do conjunto de questões relativas à gestão das águas..
Alunos envolvidos: Graduação: (2) .

Integrantes: Gisele Girardi - Coordenador / Gustavo Cordeiro Curto - Integrante / Paulo Cesar Neitzel Tesch - Integrante / Maria Elisa Tosi Roquette - Integrante.
Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Espírito Santo - Auxílio financeiro.

25:Imagens, geografias e educação

Descrição: O Projeto como um todo surge na perspectiva de adensamento das conversas, escritos e pesquisas desenvolvidas nos últimos anos por vários pesquisadores da interface Imagens, Geografia e Educação, que vem apontando a questão da linguagem como um dos alinhavos (sem dúvida, tenso) entre estes três campos do conhecimento. Trata-se da constituição/consolidação de uma rede de pesquisas por meio da integração de laboratórios e grupos de pesquisas que compartilham idéias e posturas produzidas a partir da crítica, instaurada nos meios científicos, decorrente da chamada crise paradigmática, em grande medida associada à questão da linguagem. Partindo da importância assumida pelas imagens no mundo contemporâneo, este projeto busca a consolidação de seis núcleos acadêmicos Campinas [UNICAMP/USP/UNIFESP], Dourados [UFGD/UNESP-Presidente Prudente], Vitória [UFES], Florianópolis [UDESC/Colégio de Aplicação-UFSC], Natal [UFRN] e Crato [URCA] de estudo e criação visual e audiovisual de obras que atuam ou venham potencializar novas maneiras de imaginar o espaço (Massey, 2008) tendo em vista a constituição de uma nova política da espacialidade. O projeto busca adensar os conhecimentos teóricos em torno das criações em imagens, notadamente vídeos e filmes, pelos grupos de pesquisa desta rede, os quais reúnem alunos de graduação e pós-graduação, além de professores das redes de ensino. Tendo em vista o quanto obras em linguagem audiovisual ou fotográfica atuam na educação visual e, portanto, participam das políticas de criação de memórias públicas, a aposta deste projeto é a de realizar obras que tenham potência poética no burilamento da imaginação espacial e que venham a se constituir como obras de circulação em ambientes educativos, visto que cada núcleo se propõe trabalhar em estreita relação com professores de geografia e outras disciplinas, tanto nos estudos acerca da educação pelas/nas/com as imagens quanto na criação de obras visuais e audiovisuais..
Integrantes: Gisele Girardi - Integrante / Wencesláo Machado de Oliveira Júnior - Coordenador / Antonio Carlos Queiróz do Ó Filho - Integrante / Valéria Cazetta - Integrante / Ana Maria Hoepers Preve - Integrante / Claudio Benito Oliveira Ferraz - Integrante / JÖRN SEEMANN - Integrante / JONES DARI GOETTERT - Integrante / HENRIQUE ZOQUI MARTINS PARRA - Integrante / MARIA HELENA BRAGA E VAZ DA COSTA - Integrante / GLAUCO VIEIRA FERNANDES - Integrante / FLAVIANA GASPAROTTI NUNES - Integrante.

26:Imagens, geografias e educação

Descrição: O Projeto como um todo surge na perspectiva de adensamento das conversas, escritos e pesquisas desenvolvidas nos últimos anos por vários pesquisadores da interface Imagens, Geografia e Educação, que vem apontando a questão da linguagem como um dos alinhavos (sem dúvida, tenso) entre estes três campos do conhecimento. Trata-se da constituição/consolidação de uma rede de pesquisas por meio da integração de laboratórios e grupos de pesquisas que compartilham idéias e posturas produzidas a partir da crítica, instaurada nos meios científicos, decorrente da chamada crise paradigmática, em grande medida associada à questão da linguagem. Partindo da importância assumida pelas imagens no mundo contemporâneo, este projeto busca a consolidação de seis núcleos acadêmicos Campinas [UNICAMP/USP/UNIFESP], Dourados [UFGD/UNESP-Presidente Prudente], Vitória [UFES], Florianópolis [UDESC/Colégio de Aplicação-UFSC], Natal [UFRN] e Crato [URCA] de estudo e criação visual e audiovisual de obras que atuam ou venham potencializar novas maneiras de imaginar o espaço (Massey, 2008) tendo em vista a constituição de uma nova política da espacialidade. O projeto busca adensar os conhecimentos teóricos em torno das criações em imagens, notadamente vídeos e filmes, pelos grupos de pesquisa desta rede, os quais reúnem alunos de graduação e pós-graduação, além de professores das redes de ensino. Tendo em vista o quanto obras em linguagem audiovisual ou fotográfica atuam na educação visual e, portanto, participam das políticas de criação de memórias públicas, a aposta deste projeto é a de realizar obras que tenham potência poética no burilamento da imaginação espacial e que venham a se constituir como obras de circulação em ambientes educativos, visto que cada núcleo se propõe trabalhar em estreita relação com professores de geografia e outras disciplinas, tanto nos estudos acerca da educação pelas/nas/com as imagens quanto na criação de obras visuais e audiovisuais..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Gisele Girardi - Integrante / Wencesláo Machado de Oliveira Júnior - Coordenador / Antonio Carlos Queiróz do Ó Filho - Integrante / Valéria Cazetta - Integrante / Ana Maria Hoepers Preve - Integrante / Claudio Benito Oliveira Ferraz - Integrante / JÖRN SEEMANN - Integrante / JONES DARI GOETTERT - Integrante / HENRIQUE ZOQUI MARTINS PARRA - Integrante / MARIA HELENA BRAGA E VAZ DA COSTA - Integrante / GLAUCO VIEIRA FERNANDES - Integrante / FLAVIANA GASPAROTTI NUNES - Integrante.

27:Produção do Espaço como Composição: um resgate da ontologia do espaço na geografia a partir do pensamento de Martin Heidegger sobre a técnica.

Descrição: O projeto aborda a temática da ontologia do espaço geográfico propondo problematizá-la a partir do pensamento de cunho ontológico que o filósofo Martin Heidegger desenvolveu, através de sua singular interpretação sobre a técnica. Trata-se de propor uma perspectiva sobre o assunto que, sugere-se, permite contemplar de maneira fértil a convergência de noções centrais no debate teórico em geografia sobre o tema, quais sejam: as noções de produção do espaço e técnica. O tema da ontologia do espaço - enquanto campo da Teoria da Geografia que problematiza o ser do espaço geográfico - foi desenvolvido em estrita associação ao movimento de renovação crítica que a ciência geográfica conheceu de modo substantivo a partir da década de 1970 (SANTOS, 1978 [1990]; CORRÊA, 1995; MOREIRA, 1998; 1999; 2007; HARVEY, 1980[1973]). Embora este movimento seja dotado de uma perspectiva epistemológica pluralista (MOREIRA 2004b), é possível reconhecer, no que diz respeito estritamente à reflexão ontológica sobre o espaço na teoria da geografia, o caráter prevalente de um viés ontológico dominante: trata-se da elaboração de uma ontologia social do espaço que se substantiva pela determinação social do ser do espaço geográfico (REIS, 2009). Esta perspectiva de elaboração da ontologia do espaço é, em essência, compartilhada por uma gama significativa de teóricos renomados que abordaram a ontologia do espaço na geografia (SOJA, 1993[1988]; MORAES, 1982; SILVA, 1982, 1983; MOREIRA, 2002, 2004b, 2007), configurando, assim, um viés prevalente com o qual a ontologia do espaço está estabelecida na geografia. Desse modo, o plano de fundamentação ontológica do espaço na teoria da geografia constitui, basicamente, uma onto-socio-logia do espaço, na medida em que compreende o ser do espaço geográfico a partir da sociedade (ou ser social). Este perfil traduz, em última instância, a força que o pensamento de Marx possui na fundamentação teórica do movimento de renovação crítica da geografia. É, em.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) .

28: modelos de localização: desenvolvimento de heurísticas e uso de GIS-T Transcad

Descrição: Aplicações de outras heurísticas não disponíveis no TransCad e comparar os resultados com os obtidos no transcad quando do uso do GISDK. Objetiva-se usar linguagens mais modernos, inclusive a alinguagem algébrica.
Integrantes: Maria Inês Faé - Integrante / Mark Tarver - Integrante.

29:Observatório dos Conflitos no Campo

Descrição: Este projeto visa aprofundar as análises geográficas sobre os conflitos no campo no Espírito Santo. Os dados sobre a questão demonstram a evidência de conflitos no campo contrastando com as imagens de desconcentração fundiária no Espírito Santo. As transformações ocorridas no espaço agrário, a emergência de novos sujeitos e as mudanças dos conceitos das políticas públicas reforçam a necessidade de um aprofundamento teórico e metodológico sobre essa problemática. Fundamenta-se na coleta, sistematização e cartografia das ações, sujeitos e conflitos no campo no Espírito Santo. Busca por fim criar mecanismos de divulgação que sirva de subsídio para tomada de decisões e resoluções dos conflitos..
Alunos envolvidos: Graduação: (8) / Mestrado acadêmico: (2) . Financiador(es): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Auxílio financeiro / Fundação de Amparo à Pesquisa do Espírito Santo - Auxílio financeiro.Número de orientações: 11

30:Pesquisa Nacional de Educação na Reforma Agrária

Descrição: Atualizar os índices educacionais dos assentamentos do Brasil, a partir da base de dados do Censo Escolar/INEP/MEC (2005-2011) analisar as repercursões, organizar e disponibilizar os resultados das ações do Programa Nacional de Educação na Reforma Agrária Pronera (1998-2011)....
Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (1)

Integrantes: Paulo Cesar Scarim - Coordenador / Bernardo Mançano Fernandes - Integrante.
Financiador(es): Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada - DF - Auxílio financeiro.

31:Rede Data Luta

Descrição: Levantamento e sistematização de dados sobre a luta pela terra, reforma agrária e movimentos sócio territoriais.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1)
Integrantes: Paulo Cesar Scarim - Coordenador / Ladislau Sanders - Integrante / Bernardo Mançano Fernandes - Integrante.

Número de produções C, T & A: 3 / Número de orientações: 1

Transparência Pública
Acesso à informação
Reuni

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910